sexta-feira, 27 de maio de 2016

Flamengo oficializa saída do técnico Muricy Ramalho


O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, anunciou em entrevista coletiva nesta quinta-feira que Muricy Ramalho não é mais o técnico do clube. “Estamos aqui para comunicar a decisão do nosso treinador Muricy Ramalho de não permanecer no momento devido à incerteza em relação ao seu estado de saúde”, afirmou o dirigente.

Depois da bateria de exames complementares realizados pelo treinador em São Paulo para avaliação da fibrilação atrial que sofreu, Muricy decidiu ao lado da família interromper o vínculo com o Flamengo.

“Deixamos Muricy muito à vontade, seguimos torcendo pela concreta recuperação dele. Temos certeza da recuperação, mas ele preferiu num ato de grandeza que caracteriza esse profissional com quem trabalhamos por cinco meses, nos deixar à vontade para procurar outro treinador, e o Flamengo segue agora outro caminho. Vamos seguir ligados na recuperação do Muricy, e os laços dele com o Fla seguem”, completou.
A decisão era esperada e foi amadurecida nos últimos dias em meio ao momento delicado do futebol.

Muricy tem um histórico recente de problemas de saúde. Em setembro de 2014, o treinador se sentiu mal durante um treino do São Paulo no CT da Barra Funda e ficou internado por quatro dias. Em 2013, quando dirigia o Santos, Muricy enfrentou um quadro de diverticulite e também ficou em observação. O mesmo se repetiu depois na equipe tricolor.

Sob o comando de Muricy, o Flamengo jamais convenceu. Foram 29 jogos, com 13 triunfos, 7 empates e 9 derrotas. O treinador foi eliminado da Primeira Liga, do Campeonato Carioca e da Copa do Brasil num intervalo de 56 dias.

Sucessor
Em coletiva realizada no Ninho do Urubu, em meio a protestos da torcida, o presidente Eduardo Bandeira de Mello e o vice de futebol, Flávio Godinho, anunciaram também a troca no comando interino da equipe de Jayme de Almeida para Zé Ricardo, técnico de juniores sugerido nas manifestações. Pressionada, a diretoria está ciente da rejeição ao nome de Abel Braga e já reflete sobre a contratação do treinador, antes dado como praticamente certo.

O ESTADO

Prefeitura de Nova Russas executa ações para melhorar a infraestrutura do município


Ações da Prefeitura Municipal marcam feriado de Corpus Cristi

O feriado Corpus Cristi foi marcado por muito trabalho na Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo de Nova Russas. 


Entendendo a necessidade de continuar os serviços da pasta, a equipe do secretário Amadeu Araújo está empenhada, mesmo em dia de descanso para maioria das pessoas, em trabalhos como a capina do Bairro Nova Aldeota, roçagem de mato no Parque da Cidade, limpeza do Lixão com trator de esteira e o piçarramento e raspagem da estrada dos distritos de Moringa, Mulungu, Riacho Fechado e Lagoa de São Pedro. 

O trabalho continua a todo vapor, por determinação expressa do próprio prefeito Gonçalo Diogo, atendendo a população, e visa, acima de tudo, o bem estar imediato de todo o povo novarrussense.


 
Com informações do Blog do Tércio Freitas

Governador Camilo sanciona lei e estende promoções à Sub-tenentes da PM e Corpo de Bombeiros

Clique para Ampliar
Os subtenentes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Ceará agora também serão beneficiados pela Lei de Promoções. O governador Camilo Santana sancionou a lei especialmente para a categoria na tarde desta quarta-feira (25), no Palácio da Abolição. Com isso, o Governo do Estado cria 404 novas vagas no oficialato militar cearense. A lei regulamenta as promoções, garantindo a ascensão na carreira ao longo do tempo.

O governador Camilo Santana destacou a satisfação por colocar em prática um compromisso de campanha. "Quero dizer que me sinto muito feliz por estar aqui concretizando um ato que beneficia essa classe. Eu tinha assumido um compromisso desde a campanha que foi a Lei de Promoções dos Militares e foi meu primeiro ato como governador. Hoje não há mais aquela insegurança da tropa de não saber quando vai ser promovido. Tenham em mim não só um governador, mas um amigo que quer resgatar o orgulho de ser policial, de atuar na segurança pública do Estado", disse.


A proposta assegura aos atuais subtenentes a possibilidade de ingresso na carreira de oficial, desde que tenham atingido 20 anos de corporação e pelo menos cinco anos como subtenentes. Após concluído o curso, os profissionais assumem o posto de 2º tenente e ingressam no oficialato.

Os subtenentes não foram contemplados no primeiro momento porque a categoria é a que divide praças e oficiais, havendo a necessidade da criação de novas vagas no oficialato. As 404 novas vagas vão até o cargo de major.

A conquista é fruto de várias conversas do próprio governador e representantes do Governo do Estado com as esposas e familiares dos promovidos. "Não há nada mais importante na vida que a família. Gostaria de parabenizar as esposas dos senhores, pois tenho certeza que estiveram lutando lado a lado em busca desse sonho. Me emociona ao vê-las usando essa camisa verde, cor da esperança. Parabéns a todos que os apoiaram e o trouxeram até chegar a esse momento e tenham os meus sinceros agradecimentos", disse o secretário da Segurança, Delci Teixeira.

Estiveram também presentes na solenidade o chefe da Casa Militar, Túlio Studart; o comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Ceará, Giovanni Pinheiro; o comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Eraldo Pacheco; os deputados estaduais Tin Gomes, Bruno Gonçalves, Evandro Leitão, Odilon Aguiar e George Valentim, entre outros.

Lei das Promoções

Assinada pelo governador Camilo Santana em 22 de abril de 2015, a Lei das Promoções foi aprovada por unanimidade pelos deputados e sancionada no dia 25 de maio do ano passado, durante a solenidade de comemoração dos 180 anos da Polícia Militar do Ceará. A medida institui um fluxo regular e automático na carreira dos oficiais e praças estaduais.

A principal novidade do projeto é a extinção do limitador de vagas para ascensão. Ou seja, quem cumpriu o interstício (tempo mínimo de permanência no posto para ser promovido) pode concorrer ao benefício. Toda a tropa está apta a ser promovida. A lei permitiu a promoção na carreira de 8.891 profissionais no ano passado.

Veja a Galeria de Fotos do Evento

Thiago Sampaio
Repórter / Célula de Reportagem
Fotos: Ariel Gomes / Governo do Ceará

"Acordei com 33 caras em cima de mim", diz adolescente vítima de estupro

Vítima de estupro divulgado nas redes sociais é submetida a exames

A jovem de 16 anos que teve imagens publicadas nas redes sociais por dois homens que diziam que ela tinha acabado de ser estuprada foi submetida a exames médicos na manhã desta quinta-feira, 26. "Acordei com 33 caras em cima de mim. Só quero ir para a casa", disse a menina, no hospital, de acordo com o jornal O Globo.

De acordo com o pai dela, muito abalado, a agressão ocorreu no Morro São João, em Praça Seca, Rio de Janeiro: "Ela foi num baile, prenderam ela lá e fizeram essa covardia. Bagunçaram minha filha. Quase mataram ela. Estava gemendo de dor. Ficou tão traumatizada que só conseguia chorar".

Segundo a avó da moça, em entrevista à rádio CBN, a vítima foi encontrada por um agente comunitário, na zona oeste da cidade, e levada para a casa da família. A avó disse ter ficado chocada com o vídeo, em que um dos homens afirma que a jovem pode ter sido estuprada por mais de trinta criminosos. "Essa aqui, mais de 30, engravidou", diz um homem não identificado.

"O vídeo é chocante, eu assisti, ela está completamente desligada", afirmou a avó. Ela disse que a neta tem o hábito de frequentar comunidades e passar alguns dias sem dar notícias, desde os 13 anos. A família, no entanto, nunca teve notícias de que a moça sofresse abusos. A vítima é mãe de um menino de três anos.

A suspeita de estupro coletivo é investigada pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI). A jovem já foi ouvida e as investigações estão sob sigilo. Segundo informações do portal G1, dois homens que publicaram imagens da moça desacordada e nua foram identificados. Um mora em Santa Cruz e outro na Cidade de Deus, na zona oeste. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

A publicação e o compartilhamento de imagens da jovem violentada causou revolta nas redes sociais. Internautas pediram que as imagens não sejam compartilhadas.
 
 

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Possibilidade de novos áudios preocupa gestão Temer

Brazil's interim President Michel Temer (R) speaks with Brazilian politician Jose Sarney during a ceremony for inauguration of the new Minister of Culture, Marcelo Calero, at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil, May 24, 2016. REUTERS/Adriano Machado ORG XMIT: BSB53
Assessores do presidente interino, Michel Temer, relatam um clima de apreensão no governo depois de receberem a informação de que o Ministério Público pode ter mais gravações feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado reforçando suspeitas de que a cúpula do PMDB estaria atuando para tentar brecar a Operação Lava Jato.

Como "vacina", auxiliares de Temer defendem que ele se blinde de potenciais dores de cabeça e afaste em até 30 dias ministros citados na Operação Lava Jato ou que respondam a acusações judiciais, como Henrique Eduardo Alves (Turismo) e Maurício Quintella (Transportes).

Alves é alvo de dois pedidos de inquérito, ainda sem aval da Justiça, por suposto envolvimento no esquema de desvios ligados à Petrobras. Quintella (PR) é suspeito de participação em desvios de verba destinados ao pagamento de merenda escolar em Alagoas. Ambos negam as acusações.

Segundo informações obtidas pela equipe de Temer, as gravações divulgadas até agora pela Folha seriam apenas parte do material entregue por Machado à Procuradoria-Geral da República, com quem ele fechou uma delação premiada, homologada pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

Nas palavras de um assessor presidencial, o que preocupa o governo interino é o "fator do imponderável" sobre novas denúncias e a possibilidade de novos áudios causarem debandadas na base aliada às vésperas de votações de medidas econômicas no Congresso.

Na segunda-feira (23), no mesmo dia da divulgação de gravação do ex-ministro Romero Jucá (Planejamento) com Machado em que ele sugere um pacto para barrar a Lava Jato, o PV anunciou posição de independência no Congresso. O receio é que partidos como PSDB e DEM repitam o gesto caso as denúncias se aproximem do presidente interino.

Para um aliado do presidente interino, alguns auxiliares terão de se sacrificar para evitar que se tornem "tetos de vidro" de uma administração que tem um prazo curto para provar que pode continuar à frente do país, já que o processo de impeachment de Dilma Rousseff deve ser finalizado até setembro.

Além da gravação entre Jucá e José Machado, a Folha revelou gravações do ex-presidente da Transpetro com o presidente do Senado, Renan Calheiros(PMDB-AL), e o ex-presidente Sarney.

Armas roubadas da Base Aérea de Fortaleza são recuperadas

Fuzis da Base Aérea foram recuperados pela equipe do FTA da 17º BPM ( Reprodução PM )  

Fuzis HK33 foram encontrados em uma sucata na comunidade 7 de Setembro, no Grande Bom Jardim
Fuzis roubados da Base Aérea
Fuzis recuperados
Três fuzis roubados do paiol da Base Aérea de Fortaleza na última sexta-feira (20) foram encontrados na madrugada desta quinta-feira (26) na comunidade 7 de Setembro, no Grande Bom Jardim. Um carregador de fuzil e uma pistola 9mm não foram recuperados.

Os fuzis HK33 foram encontrados em uma sucata na comunidade e estavam escondidos em um saco repleto de cal abaixo de uma árvore.A ação resultou na prisão de dois militares envolvidos no roubo. Três acusados civis já foram identificados, porém ainda estão foragidos.

A ação envolveu diversas instituições militares, como a Força Aérea Brasileira, o Exército, as Polícia Federal e Militar, além do Ministério Público e da Justiça Militar.

DN

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Sobe para 18 número de presos mortos nos Presídios cearenses



Subiu para 18 o número de internos mortos nas rebeliões ocorridas no fim de semana nas unidades prisionais. O número foi contabilizado após análises da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e confirmado pela Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus).

Até a segunda-feira, a Sejus havia contabilizado 14 mortos decorrentes dos conflitos entre os internos. Segundo a Secretaria, todas as mortes aconteceram no fim de semana. A maioria dos corpos foram carbonizados. Do total, oito corpos tiveram a identificação revelada e outros 10 serão submetidos a exames de DNA.

Segundo a Sejus, na segunda-feira (23), uma rebelião foi registrada na Unidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. Policiais militares e agentes penitenciários entraram na unidade para fazer a contenção. “Ninguém ficou ferido. Ao longo do dia de ontem, nenhuma unidade registrou conflitos. Em algumas delas, os próprios internos estão fazendo a limpeza das vivências”.
Transferência
Devido as rebeliões, as unidades prisionais ficaram destruídas. Para as reformas, algumas transferências emergenciais estão acontecendo. Segundo a Sejus, alguns internos já foram para o Centro de Execução Penal e Integração Social, nova unidade prisional do Complexo Itaitinga II que está com 95% das obras finalizadas. “A medida teve como objetivo resguardar a integridade física desses internos, visto que eles foram ameaçados por outros internos”.

Durante entrevista coletiva na noite de ontem, o governador Camilo Santana informou que a chegada da Força Nacional de Segurança irá ajudar na vigília dos presos. “Houve uma destruição significativa dos presídios e é preciso recuperá-los. Para as reformas precisa de contingente. Estamos acelerando a conclusão da CPPL 5 e vamos transferir mais 1.200 homens para lá. Lá mesmo, estamos construindo um novo presídio e outro de semiliberdade, mas a segurança da população precisa estar resguardada. A Força Nacional chegou exatamente para que eu não precise tirar meu contingente da rua e prejudicar a segurança da população. A ideia é ajudar o Estado a resguardar os presídios enquanto se faz a reforma e recuperação física”, falou Camilo.
Avaliação
Desde o fim de semana, equipes da Sejus e do Departamento de Arquitetura e Engenharia estão avaliando os danos e dando os encaminhamentos para os reparos necessários. Não houve interrupção no fornecimento de água nem comida. Assistentes sociais estão na entrada dos complexos e nos prédios da Secretaria oferecendo apoio aos familiares.
Estopim
As rebeliões tiveram início no sábado e prosseguiram até a última segunda-feira. O estopim teria sido a suspensão das visitas nas unidades prisionais devido a greve dos agentes penitenciários, que teve fim decretado ainda na tarde do sábado, após cerca de 12 horas de paralisação.

Entre as reivindicações da categoria, foi o reajuste na Gratificação por Atividades e Riscos (Gaer), que era de 60%, para 100%. Para Camilo Santana, o pedido foi irracional. “Somos um governo de diálogo, mas em um momento de crise dessas se pedir 40% de aumento, é algo irracional para o momento que estamos. A greve foi decretada ilegal pela justiça. O trabalho dos agentes penitenciários é essencial ao estado”. Diante disso, o governador afirmou que os responsáveis pelos tumultos no sistema carcerário serão penalizados.

“Vamos tomar todas as medidas necessárias. O Ministério Público está apurando, tem gravações e vídeos. A visita domiciliar é algo sagrado para o preso. A partir do momento que se proibiu a visita, se criou um caos e causando toda essa rebelião. Tudo será apurado criminalmente, e administrativamente”.

O ESTADO

Crescente uso de 'drogas do estupro' na América Latina preocupa autoridades

A história começa com uma mulher despertando nua em uma cama de um quarto de hotel no qual não se lembra de ter entrado. Ela foi drogada em uma festa. E as únicas pistas que restam do que ocorreu na noite anterior são as marcas de estupro ainda visíveis em seu corpo. Esse é um drama comum em toda América Latina, onde muitas mulheres se tornam vítimas de abuso sexual, frequentemente quando ainda são adolescentes.

"Os estupros realizados com a ajuda de drogas eram raros quando comecei a trabalhar com o tema", diz Maria Elena Leuzzi, presidente da ONG Ajuda a Vítimas de Estupro, organização que é referência para vítimas de abuso sexual na Argentina. "Hoje são mais frequentes. É muito fácil conseguir essas substâncias."

Leuzzi diz receber ao menos quatro telefonemas por fim de semana de mulheres contando a mesma história: divertiam-se em festas ou casas noturnas de Buenos Aires e, depois, não se recordavam de mais nada.

Casos assim se repetem por todos os países da região. "Só na Cidade do México, mais de 300 mulheres são estupradas por ano sob o efeito de drogas, e o número é cada vez maior", afirma Laura Martínez, presidente da Associação para o Desenvolvimento Integral de Pessoas Estupradas (ADIVAC, na sigla em espanhol), a única organização civil que atende casos de violência sexual no México.

Com 20 anos de experiência no laboratório de química forense da Procuradoria de Justiça da Cidade do México, o toxicologista Carlos Díaz faz um cálculo semelhante. "Em média, analisamos uma denúncia por dia. É notório que o uso de substâncias que facilitam o estupro está aumentando. E a grande maioria das vítimas tem menos de 25 anos de idade." 

Díaz adverte que existe "um catálogo cada vez mais amplo de substâncias psicotrópicas" usadas para se cometer abusos sexuais. O objetivo é sempre o mesmo: anular a vontade da vítima e transformá-la em um "brinquedo" na mão no agressor. Um brinquedo que não terá qualquer lembrança do ataque.

Ao alcance da mão - No caso de Cristina (nome fictício), a primeira coisa que ela viu ao acordar foi o tapete vermelho do quarto de hotel. Seus braços e pernas doíam. Sua roupa estava espalhada ao lado da cama. Em uma pequena mesa, sob uma luminária, o relógio marcava 13h.

Dezesseis horas antes, ela havia se arrumado na casa de uma amiga da faculdade para irem juntas a uma festa. Cristina se lembra de ter conhecido um rapaz, com quem conversou e dançou salsa. Não sabe por que pediu que a amiga fosse embora. A ONU já alertava em 2010 para o rápido aumento do uso das "drogas de estupro" e o surgimento de novas substâncias do tipo.

O relatório anual da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (JIFE) apresentado naquele ano destacou a "evolução muito rápida" desses crimes e ressaltou o fato de que, em muitos países, narcóticos usados com este fim são vendidos sem controle.

No caso da América Latina, as drogas mais usadas são a benzodiazepinas, obtidas facilmente em qualquer farmácia. Foi essa a substância encontrada nos corpos das turistas argentinas María José Coni e Marina Menegazzo, assassinadas na cidade costeira de Montañita, no oeste do Equador.

Isso reforça a teoria de suas famílias, para quem as jovens foram drogadas e conduzidas pelos acusados até suas casas, sem conseguir resistir. "Os estupradores sabem quais quantidades levam a um estado de sedação e à perda de memória. Ao misturar com álcool, o efeito é potencializado", diz Emilio Mencías, do Instituto Nacional de Toxicologia e Ciências Forenses da Espanha.

As benzodiazepinas são drogas de efeito sedativo e hipnótico receitadas para o combate a estresse, crises nervosas, sonolência e ansiedade. Ainda que em muitos países se costume exigir uma receita médica ao vendê-las, os controles são facilmente burlados. Em outros, nem a receita é necessária, segundo a ONU.

Da Burundanga ao GHB - A burundanga, talvez a "droga de estupro" mais conhecida na América Latina, cresce de forma silvestre em quase toda a região. Chamada também de estramônio, trombeta ou "sopro do diabo", ela tem como princípio ativo a escapolamina.

Segundo o Departamento de Saúde dos Estados Unidos, este alcaloide provoca desorientação, alucinações, amnésia e, em doses elevadas, pode ser mortal. No entanto, apesar da fama, é cada vez menos usada em abusos sexuais.

"Ela incapacita a vítima, mas também pode torná-la agressiva. Não é prática para o criminoso, que prefere outras drogas", diz Pilar Acosta, médica do hospital Santa Clara de Bogotá e vice-presidente da Associação de Toxicologia Clínica Colombiana.

Uma das drogas silenciosas que está substituindo a burudanga é o GHB. Seu nome científico é ácido gama-hidroxibutírico e é difícil detectá-lo. Ele é usado com fins medicinais no tratamento do alcoolismo, mas seus usos ilegais são mais frequentes e conhecidos. A substância também é chamada de êxtase líquido, porque seu primeiro efeito é a euforia.  "Não é complicado de sintetizar - e alguns criminosos até o preparam com removedor de tinta", afirma Díaz.

O GHB não tem odor nem cor - o que faz com que a vítima não perceba que ingeriu a substância. Foi o que aconteceu com Andrea, no Peru. Ela sempre foi tímida, mas sua última lembrança da noite em que a estupraram é de estar dançando em cima do bar de uma boate em um balneário ao sul de Lima. Estava irreconhecível. 

Ela havia tomado uma bebida oferecida por dois jovens e, logo, estava beijando um deles. Depois, foi com eles para o estacionamento. Acredita que entrou num carro cinza, mas não tem certeza. O Centro de Informação para Educação e Abuso de Drogas do Peru (Cedro) alertou que, no último verão, a venda de GHB se popularizou nas praias de Lima.

Representante da instituição, Milton Rojas explica que as drogas sintéticas ficaram mais baratas no país e jovens que antes não as compravam agora conseguem fazê-lo. À BBC Mundo, representantes da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacaram que os controles internacionais do comércio de GHB são mínimos. Para o órgão, nem o uso legal da droga se justifica, porque há medicamentos mais seguros para tratar as mesmas doenças e condições.

Estupros sem registro - Os dramas de Cristina e Andrea ainda são invisíveis. Na América Latina e na Espanha, há uma ausência significativa de observatórios especializados em abusos sexuais que envolvam fármacos. Nem os especialistas da agência da ONU contra Crimes e Drogas, a UNODC, têm estatísticas precisas. "É arriscado dar números exatos, porque eles não existem. Analisamos oito ou nove denúncias por semana. Isso ninguém pode refutar", afirma Díaz.

A pouca informação existente na região é fragmentada e depende quase sempre de iniciativas isoladas de governos. Na Colômbia, o relatório mais recente foi feito pela Universidade Nacional, após reunir documentos do Grupo de Elite de Delitos Sexuais, uma unidade de investigação especializada criada em Bogotá.

Entre junho de 2013 e março de 2014, foram denunciadas 184 agressões sexuais só na capital colombiana, das quais 53, ou quase um terço, foram facilitadas por drogas. Ter informações exatas sobre esses casos é importante para criar políticas públicas, assim como um bom diagnóstico pode curar um doente.

"Estamos vendo só a ponta do iceberg", diz Mencías, acrescentando que um em cada cinco estupros atendidos nos hospitais de Barcelona e Madri envolve drogas.

Drogas invisíveisDiferentemente da maioria das vítimas, Isabel acordou em sua própria cama. Não lembrava da festa a que fora na casa de amigos, em Barcelona, e pensou que havia bebido demais, nada além disso. Mas logo descobriu sinais em seu quarto e no banheiro que indicavam que alguém havia estado com ela. Seu corpo também tinha marcas. Quando foi atendida no hospital, confirmaram o estupro, mas os exames toxicológicos deram negativo.

"Meu primeiro conselho para uma vítima quando há suspeita de que ela tenha sido drogada é fazer exames imediatamente", diz Leuzzi. "As evidências desaparecem muito rápido." A maioria das "drogas de estupro" são eliminadas do organismo em menos de 12 horas.

Então, a única maneira de detectá-las é com um exame capilar, feito em centros especializados. O processo é mais longo, requer a elaboração detalhada da história clínica do paciente e, em muitos casos, a vítima deve pagar pelo teste. 

Ainda que Isabel tenha chegado a tempo no hospital, nada foi detectado. Provavelmente porque, assim como vários países latino-americanos, a Espanha também tem um problema com seu protocolo médico para o tratamento de casos desse tipo. "Normalmente, se busca por cocaína, maconha, benzodiacepinas e álcool. Não se procura por mais substâncias psicotrópicas, porque o protocolo não exige isso", afirma Díaz.

O GHB e outras drogas muitas vezes passam despercebidas pelos exames, que são fundamentais em um processo judicial por estupro. Segundo Acosta, na Colômbia os equipamentos e agentes químicos necessários para detectar essas substâncias também não são comumente encontrados em centros médicos. "É uma questão de custo. Além disso, muitos criminosos aprenderam a usar as drogas mais difíceis de rastrear", diz a médica.

Sem um exame que comprove que a vítima foi drogada e muitas vezes sem qualquer lembrança do agressor, o estupro costuma ser o início de um drama judicial longo e doloroso. De acordo com o Instituto Nacional de Toxicologia e Ciências Forenses da Espanha, só uma em cada cinco mulheres que foram drogadas para facilitar o abuso denuncia.

Isabel se atreveu a isso e começou um processo legal interminável. Ela chegou a reconhecer o agressor nas gravações da câmera de segurança do seu edifício, mas as imagens só mostram que ela entrou de mãos dadas com ele em casa. O acusado garante que a relação foi consensual. E, para Isabel, é muito difícil provar o contrário.

Conselho - Talvez o conselho mais comum ouvido por uma adolescente que começa a sair para boates é "Nunca perca seu copo de vista". E o conselho não é um exagero. As "drogas de estupro" precisam ser ingeridas para surtir efeito. "É um mito que o simples contato com a substância pode drogar alguém. Nenhuma delas atua desta forma", diz Mencías.

Mas a quantidade necessária para drogar uma pessoa é tão pequena e se dilui tão rápido que bastam alguns segundos de desatenção para que o agressor a coloque em uma bebida - e, num local de festa, não é difícil um descuido assim.

Para tentar limitar o uso de fármacos em delitos sexuais, a ONU recomenda que a indústria química desenvolva medidas de segurança como adicionar corantes e sabores em seus produtos para que a vítima se dê conta se ingerir a substância. Mas essa é apenas uma recomendação. A difusão de informações sobre o problema é outro passo importante para que ele comece a ser combatido.

Desde que vários meios de comunicação e organismos internacionais começaram a denunciar o crescente uso das "drogas de estupro" e suas consequências, Martinez, da ADIVAC, passou a receber um tipo inédito de telefonema: de mulheres com histórias ocorridas meses ou anos atrás. Elas dizem que sempre sentiram que algo estranho ocorrera na ocasião. Hoje, afirmam com convicção: "Fui estuprada." 
 
(BBC)

Médico do Samu atira em colega e se mata em seguida

Um caso de homicídio seguido de suicídio está deixando a cidade de Piracicaba (SP) estarrecida. Um médico atirou no outro e depois se matou no refeitório do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), por volta das 11 horas desta terça-feira (24).

De acordo com informações do portal G1, o clínico geral Jorel Bottene disparou pelo menos quatro tiros em Deives Dias de Oliveira, coordenador da Central de Vagas do Sistema Único de Saúde (SUS) do município. 

Deives de Oliveira já foi secretário de Saúde do município 
 
Bottene não estava escalado para trabalhar nessa terça, mas mesmo assim foi até a unidade do Samu e, no refeitório, disparou em uma das pernas, no tórax, no abdômen e também na cabeça de Oliveira. Em seguida, atirou no próprio peito. Os colegas de Samu chegaram a socorrê-lo e levá-lo até a Santa Casa da cidade, mas ele morreu no caminho.
 
Até o momento, não ficou esclarecido o motivo do assassinato. De acordo com o site de notícias locais Novo Momento, eles teriam tido discussões recentes e desavenças pessoais. Porém, o secretário de Saúde de Piracicaba, Pedro Antonio de Mello, afirmou ao G1 que não havia registro de conflitos entre eles no trabalho. “ É muito triste. Nada que possa ter acontecido justifica essa tragédia”, completou.
No Facebook, Jorel Bottene aparece em fotos ao lado da família 
 
No trabalho, Jorel Bottene era subordinado de Deives Oliveira. Como diretor técnico, Oliveira chegou assumir interinamente a Secretaria de Saúde municipal, no ano de 2013. Na época, acumulou as duas funções nas área de saúde da cidade paulista. 
 
Fotos: Divulgação/Secretária de Saúde de Piracicaba, Reprodução/Facebook

terça-feira, 24 de maio de 2016

Presa jovem traficante que comandou fuzilamento de um jovem e filmou a cena criminosa em Fortaleza

Um ano e três meses após ter comandado o fuzilamento de um homem,  e filmado toda a cena criminosa, colocando o vídeo nas redes sociais, finalmente nesta  segunda-feira (23),  a jovem Aridna Lima, conhecida como “Nobinha”, foi capturada pela Polícia cearense. Ela chefiava um grupo de traficantes de drogas no bairro Parque Santa Maria, em Messejana, e desde então vinha sendo caçada pelas autoridades da Segurança Pública.

Os detalhes da prisão da traficante não foram, ainda, revelados pela Polícia.  Diligências, entretanto, vinham sendo realizadas não apenas na Capital, mas se estendiam por vários Municípios do Interior do Estado. 
Dos quatro envolvidos no crime filmado, três já haviam sido capturados pela Polícia, entre eles, um adolescente de 14 anos. Também foram detidos,  Samuel Lourenço, o “Samuca”; e Jorge Maciel.  Todos faziam parte de uma quadrilha responsável pelo tráfico naquele bairro e que faziam cobranças de dívidas pelas drogas compradas a “Nobinha”.

Imagens

Era o começo da tarde do dia 17 de fevereiro de 2015, Terça-Feira de Carnaval, quando o grupo, armado com várias pistolas, caminhou até  chegar à Travessa Padre Cícero,  no Parque Santa Maria,  e encontrou o jovem  Fábio Rodrigues da Silva, 22 anos, sentado na porta de casa. Ao lado dele estava outro rapaz, deficiente físico.

“Nobinha” fez questão de filmar a ação criminosa desde o começo e no áudio do vídeo ela grita para que seus comparsas disparem as armas contra o rapaz que estaria, supostamente, endividado com o tráfico.

As cenas seguintes são fortes. O jovem  estava indefeso e acabou sendo atingido por, pelo menos, 20 tiros de pistola, disparados à queima-roupa. Em certo momento, a traficante diz para um dos cúmplices: “atira na cara dele, vai, descarrega (a arma)!!”. Já com o rapaz morto, ela indaga: “E eu, não vou dar o meu (tiro), não?”

O vídeo rapidamente circulou nas redes sociais e ganhou as manchetes do noticiário local e do País. A mulher era a única foragida. Agora, está também atrás das grades.

Por FERNANDO RIBEIRO

Nova Russas: Prefeitura realizará II Fórum Comunitário do Selo Unicef



Participe do II Fórum Comunitário do Selo Unicef edição 2013-2016, dia 21 de junho de 2016, na Escola de Ensino Fundamental Zilmar Mendes Martins, localizada na Rua Napoleão Moura, bairro São Francisco, Nova Russas, com início às 08:00h da manhã.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PMNR.

Ministro diz que é “impensável” que alguém interfira no trabalho do STF

luis_roberto_barroso_0

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso disse nesta segunda-feira, (23/05), que não há possibilidade de um indivíduo influenciar decisões da Corte. 
 
Barroso fez o comentário ao responder uma pergunta sobre reportagem do jornal Folha de S. Paulo publicada nesta segunda-feira,23, em que gravações mostram que o então ministro do Planejamento, Romero Jucá, sugeriu ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado um pacto, que incluiria o Supremo, para impedir o avanço da Operação Lava Jato. 
 
"As instituições despertaram e passaram a funcionar melhor, de modo que é impensável nos dias de hoje supor que alguém tenha individualmente a capacidade de paralisar as instituições ou pensar que qualquer pessoa tenha acesso a um ministro do Supremo para parar determinado julgo", disse Barroso em seminário promovido pela revista Veja.
 

Após criar a própria moeda, cidade brasileira não tem roubo e assassinato há 1 ano

A tranquilidade é o orgulho dos moradores de São João do Arraial, município de pouco mais de 7 mil habitantes, a 250 km de Teresina, no Piauí.Há um ano a cidade não registra homicídio nem assaltos, isso tudo com apenas 3 policiais trabalhando no município. 

O motivo da calmaria é a criação da própria moeda, o “cocal”, que movimenta a economia de São João do Arraial.Com o cocal as pessoas pagam contas, recebem salário, bolsa família e até fazem empréstimos.
Antes da moeda própria, São João do Arraial não tinha agência bancária. Os moradores tinham que ir para municípios vizinhos pagar contas e isso prejudicava a circulação de dinheiro na cidade.
Hoje existe o Banco dos Cocais e o cocal representa 30% do dinheiro que circula em São João do Arraial.

Descontos
A moeda tem o mesmo valor do real, mas com maior poder de compra graças aos descontos oferecidos em todos os estabelecimentos comerciais do município.

Se um produto custa R$ 10, pagando com a moeda social, custará C$ 9.O desconto é possível porque, para cada cocal emitido, há um lastro de um real garantido pela organização financeira comunitária.As cédulas são estampadas com ícones da cultura e economia local, além possuir um selo que dificulta a sua falsificação.

Foto: Reprodução TV Globo

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Após gravações, líder do DEM no Senado defende afastamento de Jucá


alx_ronaldo-caiado-20031203-0015-ale_original


O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), defendeu nesta segunda-feira (23) o afastamento do ministro do Planejamento, Romero Jucá, porque, para ele, denúncias contra atos individuais devem ser tratados “longe da administração pública” para que a “credibilidade do governo” não seja comprometida.
Em reportagem publicada pela Folha de S.Paulo nesta segunda (23) Jucá aparece em uma gravação conversando com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado sobre a necessidade de uma mudança no comando do governo federal para que fosse feito um “pacto para estancar a sangria” representada pela Operação Lava Jato, que investiga ambos.

Em nota, Caiado afirmou que a população saiu às ruas “para conter um processo de corrupção, apoiar a Lava Jato e buscar um novo governo”.

“Se no decorrer deste momento problemas surgirem, deverão ser tratados com rigor. Qualquer denunciado tem a obrigação e o direito de se defender das acusações que recaem sobre ele. Mas esses atos individuais deverão ser tratados longe da administração pública para que a reestruturação e a credibilidade do governo não sejam comprometidas”, afirmou.

De acordo com Caiado, o governo Dilma Rousseff “é um exemplo claro de perda de confiança da população por deixar que problemas individuais contaminassem o governo”, disse.

Gravados de forma oculta, os diálogos entre Machado e Jucá ocorreram semanas antes da votação na Câmara que desencadeou o impeachment da presidente Dilma Rousseff. As conversas somam 1h15min e estão em poder da PGR (Procuradoria-Geral da República).

O advogado do ministro do Planejamento, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou que seu cliente “jamais pensaria em fazer qualquer interferência” na Lava Jato e que as conversas não contêm ilegalidades.

À reportagem, Jucá disse nesta segunda (23) que não pensa em pedir demissão do cargo e que está “tranquilo” em relação ao teor das conversas divulgadas pela Folha de S.Paulo em que ele fala em “estancar a sangria” da Operação Lava Jato.

Atualizado por Daniel Negreiros
negreiros@oestadoce.com.br
Fonte: FolhaPress

‘Não tenho por que pedir demissão’, diz Jucá sobre gravações


rjuca_fabio_pozzebom


O ministro do Planejamento, Romero Jucá, afirmou à reportagem nesta segunda (23) que não pensa em pedir demissão do cargo e que está “tranquilo” em relação ao teor das conversas divulgadas pela Folha de S.Paulo em que ele fala em “estancar a sangria” da Operação Lava Jato.

“É estancar a sangria da economia, do que está ocorrendo com o país, qual é a vantagem de mudança do governo. A Lava Jato era o âmago do governo, isso tem uma sangria econômica, social, política. A Lava Jato é importante, tem que investigar, mas tem de delimitar”, afirmou, sobre o diálogo que travou com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado.

O ministro disse ainda que conversou na noite de domingo (22) com o presidente interino, Michel Temer, e que não pensa em pedir demissão do cargo. “Não, não. Por que vou pedir demissão se estou dizendo isso [sobre Lava Jato] desde o começo?”. Segundo ele, no entanto, a decisão sobre sua permanência é de Temer.

“Estou muito tranquilo, o que disse ao Sérgio Machado é o que tem dito aos jornalistas, não tem nenhum tipo de interferência na Lava Jato. É só pegar o contexto da conversa. Tem que separar o que ele disse do que eu digo”, ressaltou Jucá.

Segundo ele, a conversa ocorreu em seu gabinete ou na sua casa. “O Sérgio Machado me procurou uma vez no início do ano, ele veio na minha casa. Foi no meu gabinete ou na minha casa essa conversa”. “Não disse nada que eu não sustente, não explique”, afirmou.Jucá confirmou que vai ao Senado com Temer nesta segunda para discutir as questões econômicas do governo.

CONFIRA TRECHOS DOS DIÁLOGOS
(data das conversas não foi especificada)

SÉRGIO MACHADO ­ Mas viu, Romero, então eu acho a situação gravíssima.
ROMERO JUCÁ ­ Eu ontem fui muito claro. […] Eu só acho o seguinte: com Dilma não dá, com a situação que está. Não adianta esse projeto de mandar o Lula para cá ser ministro, para tocar um gabinete, isso termina por jogar no chão a expectativa da economia. Porque se o Lula entrar, ele vai falar para a CUT, para o MST, é só quem ouve ele mais, quem dá algum crédito, o resto ninguém dá mais credito a ele para porra nenhuma. Concorda comigo? O Lula vai reunir ali com os setores empresariais?
MACHADO ­ Agora, ele acordou a militância do PT.
JUCÁ ­ Sim.
MACHADO ­ Aquele pessoal que resistiu acordou e vai dar merda.
JUCÁ ­ Eu acho que…
MACHADO ­ Tem que ter um impeachment.
JUCÁ ­ Tem que ter impeachment. Não tem saída.
MACHADO ­ E quem segurar, segura.
JUCÁ ­ Foi boa a conversa mas vamos ter outras pela frente.
MACHADO ­ Acontece o seguinte, objetivamente falando, com o negócio que o Supremo fez [autorizou prisões logo após decisões de segunda instância], vai todo mundo delatar.
JUCÁ ­ Exatamente, e vai sobrar muito. O Marcelo e a Odebrecht vão fazer.
MACHADO ­ Odebrecht vai fazer.
JUCÁ ­ Seletiva, mas vai fazer.
MACHADO ­ Queiroz [Galvão] não sei se vai fazer ou não. A Camargo [Corrêa] vai fazer ou não. Eu estou muito preocupado porque eu acho que… O Janot [procurador­geral da República] está a fim de pegar vocês. E acha que eu sou o caminho. […]
JUCÁ ­ Você tem que ver com seu advogado como é que a gente pode ajudar. […] Tem que ser política, advogado não encontra [inaudível]. Se é político, como é a política? Tem que resolver essa porra… Tem que mudar o governo pra poder estancar essa sangria. […]
MACHADO ­ Rapaz, a solução mais fácil era botar o Michel [Temer].
JUCÁ ­ Só o Renan [Calheiros] que está contra essa porra. ‘Porque não gosta do Michel, porque o Michel é Eduardo Cunha’. Gente, esquece o Eduardo Cunha, o Eduardo Cunha está morto, porra.
MACHADO ­ É um acordo, botar o Michel, num grande acordo nacional.
JUCÁ ­ Com o Supremo, com tudo.
MACHADO ­ Com tudo, aí parava tudo.
JUCÁ ­ É. Delimitava onde está, pronto. […]
MACHADO ­ O Renan [Calheiros] é totalmente ‘voador’. Ele ainda não compreendeu que a saída dele é o Michel e o Eduardo. Na hora que cassar o Eduardo, que ele tem ódio, o próximo alvo, principal, é ele. Então quanto mais vida, sobrevida, tiver o Eduardo, melhor pra ele. Ele não compreendeu isso não.
JUCÁ ­ Tem que ser um boi de piranha, pegar um cara, e a gente passar e resolver, chegar do outro lado da margem.
MACHADO ­ A situação é grave. Porque, Romero, eles querem pegar todos os políticos. É que aquele documento que foi dado…
JUCÁ ­ Acabar com a classe política para ressurgir, construir uma nova casta, pura, que não tem a ver com…
MACHADO ­ Isso, e pegar todo mundo. E o PSDB, não sei se caiu a ficha já.
JUCÁ ­ Caiu.
MACHADO ­ Caiu a ficha. Tasso [Jereissati] também caiu?
JUCÁ ­ Também. Todo mundo na bandeja para ser comido. […]
MACHADO ­ O primeiro a ser comido vai ser o Aécio.
JUCÁ ­ Todos, porra. E vão pegando e vão…
MACHADO ­ [Sussurrando] O que que a gente fez junto, Romero, naquela eleição, para eleger os deputados, para ele ser presidente da Câmara? [Mudando de assunto] Amigo, eu preciso da sua inteligência.
JUCÁ ­ Não, veja, eu estou a disposição, você sabe disso. Veja a hora que você quer falar.
MACHADO ­ Porque se a gente não tiver saída… Porque não tem muito tempo.
JUCÁ ­ Não, o tempo é emergencial.
MACHADO ­ É emergencial, então preciso ter uma conversa emergencial com vocês.
JUCÁ ­ Vá atrás. Eu acho que a gente não pode juntar todo mundo para conversar, viu? […] Eu acho que você deve procurar o [ex­senador do PMDB José] Sarney, deve falar com o Renan, depois que você falar com os dois, colhe as coisas todas, e aí vamos falar nós dois do que você achou e o que eles ponderaram pra gente conversar.
MACHADO ­ Acha que não pode ter reunião a três?
JUCÁ ­ Não pode. Isso de ficar juntando para combinar coisa que não tem nada a ver. Os caras já enxergam outra coisa que não é… Depois a gente conversa os três sem você.
MACHADO ­ Eu acho o seguinte: se não houver uma solução a curto prazo, o nosso risco é grande.
MACHADO ­ É aquilo que você diz, o Aécio não ganha porra nenhuma…
JUCÁ ­ Não, esquece. Nenhum político desse tradicional ganha eleição, não.
MACHADO ­ O Aécio, rapaz… O Aécio não tem condição, a gente sabe disso. Quem que não sabe? Quem não conhece o esquema do Aécio? Eu, que participei de campanha do PSDB…
JUCÁ ­ É, a gente viveu tudo.
JUCÁ ­ [Em voz baixa] Conversei ontem com alguns ministros do Supremo. Os caras dizem ‘ó, só tem condições de [inaudível] sem ela [Dilma]. Enquanto ela estiver ali, a imprensa, os caras querem tirar ela, essa porra não vai parar nunca’. Entendeu? Então… Estou conversando com os generais, comandantes militares. Está tudo tranquilo, os caras dizem que vão garantir. Estão monitorando o MST, não sei o quê, para não perturbar.
MACHADO ­ Eu acho o seguinte, a saída [para Dilma] é ou licença ou renúncia. A licença é mais suave. O Michel forma um governo de união nacional, faz um grande acordo, protege o Lula, protege todo mundo. Esse país volta à calma, ninguém aguenta mais. Essa cagada desses procuradores de São Paulo ajudou muito. [referência possível ao pedido de prisão de Lula pelo Ministério Público de SP e à condução coercitiva ele para depor no caso da Lava jato]
JUCÁ ­ Os caras fizeram para poder inviabilizar ele de ir para um ministério. Agora vira obstrução da Justiça, não está deixando o cara, entendeu? Foi um ato violento…
MACHADO ­…E burro […] Tem que ter uma paz, um…
JUCÁ ­ Eu acho que tem que ter um pacto. […]
MACHADO ­ Um caminho é buscar alguém que tem ligação com o Teori [Zavascki, relator da Lava Jato], mas parece que não tem ninguém. JUCÁ ­ Não tem. É um cara fechado, foi ela [Dilma] que botou, um cara… Burocrata da… Ex­ministro do STJ [Superior Tribunal de Justiça].

Atualizado por Daniel Negreiros
negreiros@oestadoce.com.br
Fonte: FolhaPress

Em Crateús, 04 irmãos são presos após serem flagrados com armas de fogo, dinheiro e cheques



Neste domingo, 22/05, por volta das 10h00, na localidade de Tetéu, a 08 km de Crateús, foram presos por PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO E FORMAÇÃO DE QUADRILHA, os irmãos:

01)FRANCISCO FAGNER ALVES DE OLIVEIRA, 34 anos, Vendedor Autônomo, natural de Independência, residente na Rua Noberto Ferreira – Fátima I – Crateús;
02)GECÉ BEZERRA DE OLIVEIRA, 24 anos, Vendedor Autônomo, natural de Crateús, residente na Rua Dom Pedro II – Centro – Crateús; 
03)ANTONIO BEZERRA DE OLIVEIRA, 32 anos, Vendedor Autônomo e Construtor, natural de Crateús, residente na Rua Professor Lisboa Rodrigues – Fátima I – Crateús e 
04)MACIEL BEZERRA DE OLIVEIRA, 30 anos, Mestre de Obras, natural de Crateús, residente na Rua Humberto de Campos – Planalto – Crateús.
 
           A prisão dos 04 irmãos foi efetuada pela Composição da FTA 7251 (3º Sgt. Leite, 3º Sgt. Deiwes e Sd. Sérgio) que após visualizar os acusados em um Veículo GOL de cor prata, ano 2014/2015, placa OXD 8704 – Minas Gerais-MG e depois da abordagem e uma busca minuciosa, foi encontrado em poder dos mesmos:
- 01 Pistola PT HC PLUS – TAURUS, Calibre 380 INOX, capacidade para 15 tiros, com 09 cartuchos intactos;
- 01 Pistola GLOC Calibre 380 POLÍMERO, capacidade para 15 tiros, com 15 cartuchos intactos;
- 01 Revólver de Marca SMITH WESSON, Calibre .32, capacidade para 06 tiros, com 06 cartuchos intactos;
- R$ 2.225,00 (Dois Mil, Duzentos e Vinte e Cinco Reais) em espécie;
- R$ 34.213,000 (Trinta e Quatro Mil, Duzentos e Treze Reais) em Cheques do Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica;
- 03 Celulares da Marca LG de cor Preta.

 Todo material apreendido, bem como os acusados foram conduzidos à Delegacia Regional de Polícia Civil de Crateús para os devidos procedimentos.

Com informações da Polícia Militar 
Redação do Blog
Fotos: Tony Sales

Postagem em destaque

Nova Russas: Prefeitura realizará II Fórum Comunitário do Selo Unicef

Participe do II Fórum Comunitário do Selo Unicef edição 2013-2016, dia 21 de junho de 2016, na Escola de Ensino Fundamental Zilmar Mend...

VeXnet Telecon

VeXnet Telecon
Contatos: (88) 3672-0605/ 3672-0500/ 99921-1988/9941-0702. Atendimento de segunda a sexta-feira, de 7:30 às 18:00 h e aos sábados de 7:30 às 15:00h. Na VeXnet você não navega, você voa!!!

WATTS DO BLOG

WATTS  DO BLOG
ENVIE FOTOS, VÍDEOS, DENÚNCIAS

TIMBAÚBA FM 104,9. DE NOVA RUSSAS -CE PARA O MUNDO!

TOTAL DE VISUALIZAÇÕES DE PÁGINA

LOJAS ATRATIVA MODAS

LOJAS ATRATIVA MODAS

ATRATIVA MODAS

Sandálias e sapatos das marcas mais famosas do Brasil, roupas masculinas, calçados infantis, bolsas femininas, carteiras porta cédulas, cintos, malas para viagem, mochilas escolares, brinquedos, utilidades para o lar, arranjos florais, artigos esportivos e muitos outros produtos! ATRATIVA MODAS, duas lojas em Nova Russas, filiais em Ararendá, Poranga, Monsenhor Tabosa e Tamboril. Vá conferir a grande variedade de produtos e a facilidade no pagamento em até 06 vezes no crediário próprio ou cartão, com desconto nas suas compras à vista.
ATRATIVA MODAS
:
Gerência: José Nilton e Fabiane

MÉDICO PEDIATRA DR. RAFAEL PEDROSA

MÉDICO PEDIATRA DR. RAFAEL PEDROSA
Cuidando de quem você ama!!!

MED CLÍNICA

MED CLÍNICA

Postagens populares

Google+ Followers

SIGA O RADIALISTA DENES LIMA NO TWITTER

Seguidores

RADIALISTA DENES LIMA NO FACEBOOK

A SALVAÇÃO VEM DE DEUS!!!

'' DEUS TEM UM PLANO PARA SUA VIDA: SALVAÇÃO, LIBERTAÇÃO E VIDA ETERNA, ATRAVÉS DE JESUS CRISTO.APENAS CREIA,E ENCONTRARÁS A VERDADEIRA FELICIDADE''!

"E naquele dia se dirá: Eis que este é o nosso Deus, a quem aguardávamos, e ele nos salvará; este é o SENHOR, a quem aguardávamos; na sua salvação gozaremos e nos alegraremos." (Isaías 25 : 9);

"Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres." (João 8 : 36);

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3 : 16).

TRADUTOR

PESQUISE MATÉRIAS DE SEU INTERESSE NESTE BLOG

Carregando...

MINHA LISTA DE BLOGS

QUEM É O RADIALISTA DENES LIMA?

Minha foto
Nova Russas, CEARÁ, Brazil
RADIALISTA E BLOGUEIRO.INICIEI MINHA CARREIRA PROFISSIONAL NO RÁDIO EM 04 DE FEVEREIRO DE 1997 PELA RÁDIO DIFUSORA DE NOVA RUSSAS, POSTERIORMENTE, INTEGRANDO A RÁDIO DRAGÃO DO MAR DE FORTALEZA, SUPER VALE DE CRATEÚS E ATUALMENTE, TIMBAÚBA FM DE NOVA RUSSAS, ONDE APRESENTO O JORNAL DA 104,O MAIOR E MELHOR INFORMATIVO DA REGIÃO,CAMPEÃO DE AUDIÊNCIA NO HORÁRIO.SOU SERVO E DISCÍPULO DE JESUS CRISTO, ACREDITO NOS VALORES E PRINCÍPIOS BÍBLICOS, COMO FUNDAMENTOS SÓLIDOS E VERDADEIROS, QUE FAZEM TODA DIFERENÇA NA VIDA DO HOMEM E DA SOCIEDADE.PARA ME OUVIR PELA INTERNET, ACESSE: www.radiotimbaubafm.com. QUE DEUS ABENÇOE A TODOS!
RADIALISTA DENES LIMA. Tecnologia do Blogger.